Sol na política

Alinhado ao papel dos multiplicadores, de dar visibilidade a Energia Solar como solução para o Brasil, o grupo de Salvador (Bahia) partilha de três linhas de atuação: Multiplicação, Intervenções Criativas e Políticas Públicas.

Com as atividades voltadas às Políticas Públicas, o time da capital baiana busca o apoio de autoridades a fim de facilitar o acesso do público a benefícios conseguidos através de leis e decretos, além de pleitear por serviços prestados que possam atingir a população direta e indiretamente.

25a

Dessa forma, com o objetivo de trabalhar com ações que gerem uma mudança real, concreta e efetiva, os multiplicadores estiveram duas vezes na Prefeitura de Salvador ao longo do primeiro semestre de 2015.

No dia 17 de março, o grupo acompanhou a apresentação de Salvador como cidade membro do grupo C 40 de Cidades Sustentáveis – grupo de grandes cidades mundiais empenhado em debater e combater as mudanças climáticas. Neste evento, foi estabelecido o contato com a Gerente de Eficiência Energética da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (COELBA) e com o Coordenador de Eventos da Secretaria Cidade Sustentável.

Já em 29 de maio, o grupo foi convidado para o evento de apresentação da Plataforma de Política Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, que representa um marco na estruturação de uma legislação única sobre o assunto na cidade. Na ocasião, os multiplicadores contataram também a Secretária da Presidência da Câmara que disponibilizou uma cópia da planta-baixa da casa legislativa para consulta sobre uma possível instalação de sistema de energia solar no telhado daquele local.

25
Evento de apresentação da Plataforma de Política Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

No dia 09 de junho a coordenadora da Campanha de Clima e Energia, Bárbara Rubim, uniu-se aos multiplicadores e juntos o grupo se encontrou com as principais lideranças políticas de Salvador.  Estes encontros revelaram:

– O comprometimento do vereador Paulo Câmara em tentar transformar a Câmara Municipal de Salvador na primeira câmara solarizada do Brasil;

– O interesse do prefeito, Antonio Carlos Peixoto de Magalhães Neto, em instalar um sistema de energia sustentável na sede da prefeitura e em prédios públicos;

– A disposição do deputado Marcell Moraes a ajudar na apresentação de projetos em prol da isenção ou diminuição do ICMS para energia solar entre outros que possam ser do interesse do Greenpeace.

Com este tipo de iniciativa, os multiplicadores vêm conseguindo aproximar a pauta da solar das instâncias políticas baianas.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s