Multiplicação Solar pelo Desmatamento Zero

Para dar um gás na reta final de coleta de assinaturas para a Campanha pelo Desmatamento Zero, os multiplicadores solares uniram-se aos voluntários de Recife e, atendendo ao convite da coordenação da Faculdade dos Guararapes, de Jaboatão dos Guararapes, estiveram no campus da instituição em 03 de setembro de 2015.

A parceria atingiu cerca de 200 pessoas entre alunos e professores da Faculdade.

O Clima está mudando e o que eu tenho com isso?

A fim de ajudar a responder a pergunta do título deste post, no dia 19 de agosto de 2015, as multiplicadoras Ágatha Maria e Ana Karla se juntaram às voluntárias Tuanne e Maria Júlia para uma série de atividades realizadas na Escola Amaury de Medeiros, no bairro de Afogados, em Recife, Pernambuco.

Na ocasião foram realizadas oficinas de fornos solares, explanações sobre o uso da energia solar com a maleta e brinquedos solares além de uma mostra de vídeos que abordam o uso de fogões solares e seus benefícios.

O quarteto discorreu também sobre as políticas públicas vigentes e possíveis mudanças na matriz energética do estado de Pernambuco.

Palestra Solar Escola Amaury de Medeiros

Em 18 de agosto de 2015, a multiplicadora Ágatha Maria ministrou uma palestra para cerca de 60 pessoas com o intuito de apresentar a história dos multiplicadores solares e disseminar a importância da energia solar, bem como desmitificar algumas ideias quanto às desvantagens e dificuldades que envolvem o tema.

A palestra foi realizada para adolescentes, diretores da Agência de Meteorologia de PE e responsáveis pela Secretária de Meio Ambiente de PE.

Dia do Sol: Solariza Recife!

O dia do sol é comemorado em 3 de maio e, neste ano, a data foi lembrada pelos voluntários de Recife. Incentivados pelos multiplicadores, o grupo protagonizou uma ação lambe-lambe, com intuito de dar maior visibilidade à energia solar.

A atividade realizada em uma rodovia estadual que liga Recife à Olinda e em outras duas avenidas importantes da capital de Pernambuco teve como objetivo alertar a população e governo sobre o potencial energético fotovoltaico do Brasil.

Há outro motivo para o dia do sol ser comemorado pelos pernambucanos. Uma usina solar está em construção em Tacaratu, no sertão de Pernambuco. A escolha da cidade foi devido ao fato do município ter uma forte irradiação solar.

Assim que a usina entrar em funcionamento, Pernambuco será o primeiro estado do Brasil a utilizar energia solar em grande escala.

Apresentação do projeto Solarizar em Bebedouro

No dia 17 de outubro de 2015 ocorreu a apresentação do projeto Solarizar para ONGs, instituições e para sócios em potencial da cidade de Bebedouro. Os multiplicadores explicaram o intuito e importância do mesmo, reafirmando a necessidade de mudanças e maneira positiva como a energia solar pode vir a fazer a diferença em nosso país.

 

Ação Global pelo Clima em Bebedouro (SP)

Apesar do dia nublado, os multiplicadores de Bebedouro, no interior de São Paulo, entraram em ação pelo Clima.

No dia 26 de setembro, foi realizado no Rotary Club Bebedouro uma oficina para confecção de banners solares seguida de uma expedição às ruas para mostrar a necessidade e a urgência de se ter uma mudança em nosso país.

Multiplicação Solar – Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral – CADI

Com o apoio do Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral (CADI), em 05 de dezembro de 2015, os multiplicadores solares da Bahia realizaram uma atividade com jovens do município de Camaçari, situado a 41 km de Salvador.

O CADI Brasil se propõe a ser a organização articuladora das bases locais do CADI, instituindo e implementando um formato de “franquia social”, permitindo a replicação de métodos, técnicas, conhecimentos e experiências bem-sucedidas em intervenções sociais, tendo a Igreja como parceira prioritária.

 

No encontro, os multiplicadores realizaram uma palestra, exibiram vídeos ilustrativos e esclareceram as dúvidas sobre solar e mudanças climáticas. O trabalho do Greenpeace foi apresentado, assim como os conceitos sobre energias renováveis e o funcionamento e os benefícios da energia solar. Aproximadamente 20 pessoas, entre jovens, adultos e crianças participaram do evento que incluiu ainda uma oficina de fogões solares e a demonstração da maleta solar e seus recursos.

Multiplicação Solar no Colégio Agostiniano São José

No dia 05 de dezembro de 2015 foi realizada a feira de ciências do Colégio Agostiniano São José, no bairro do Belém, em São Paulo.  Durante as 4 horas de evento, as turmas de pais e alunos puderam conhecer o projeto Multiplicador Solar, ter acesso a informações sobre energia solar e contato com a maleta e outros objetos relacionados a essa fonte energética.

Multiplicadores participam da marcha pelo clima

No domingo, 29 de novembro de 2015, milhares de pessoas no mundo todo foram às ruas para deixarem claro aos governantes: queremos um acordo climático para evitar um aquecimento maior que 2 graus Celsius no planeta.

Mais de 170 países receberam a Mobilização Mundial Pelo Clima, com 2.300 atividades. As marchas aconteceram no mesmo dia da abertura oficial da 21a  Conferência das Partes das Nações Unidas para Mudanças Climáticas.

No Brasil, a Mobilização Mundial Pelo Clima aconteceu em 19 cidades. Mais de mil pessoas foram à praia de Ipanema, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre, 1.500 estiveram na marcha. Em São Paulo, mesmo com chuva forte, 2.300 pessoas saíram da Avenida Paulista para marchar pelo clima.

O recado da sociedade civil foi dado e atender a este chamado é o dever dos mais de 40 mil participantes da COP 21.

Energia Solar é destaque na COP 21

A 21a Conferência das Partes das Nações Unidas para Mudanças Climáticas (COP 21), que ocorreu em Paris de 30 de novembro a 11 de dezembro de2015, reuniu diversos países em busca de uma aliança em prol do meio ambiente. Um grupo formado por 121 desses países, situados entre os trópicos de câncer e capricórnio, formaram uma união voltada para a produção de energia solar: a Aliança Internacional da Energia Solar (ISA).

Narendra Modi, primeiro ministro indiano, foi o idealizador do acordo. Durante o evento ele ressaltou que o objetivo da aliança é tornando o acesso mais fácil e mais barato, levando energia solar para todas as residências do mundo. Os países que participam da ISA estão localizados em regiões bastante ensolaradas do globo recebendo, em média, 300 dias de sol por ano.

Muitos países se mostraram favoráveis à aliança e com intenção de investir cada vez mais em energias renováveis, tanto em inovação quanto em financiamento.

O presidente da França, François Hollande, destacou a importância desses países para a produção de energia solar. “Nós não podemos mais aceitar este paradoxo que é os países de forte potencial em energia solar representarem apenas uma pequena parcela da produção de energia solar” ressaltou ele.

Fonte: Portal Brasil Solar